São Paulo precisa ser uma cidade de todas e todos.

Comunicação - Notícias

Ampliação de vagas de Doria: brinquedoteca vira sala de aula

Comunicação - Mandato Toninho Vespoli | 06/04/2017 - 15:29

Do dia para noite, centenas de crianças entre 4 e 5 anos tiveram “roubados” de seu cotidiano a possibilidade de usar espaços educativos diferenciados dentro das escolas. Brinquedotecas, salas de leitura e informática foram desativadas nas EMEIs – Escolas Municipais de Educação Infantil – para receberem novas turmas, sem o menor diálogo com a comunidade educacional.
Demonstrando um grande descaso pela oferta de qualidade na educação infantil e desrespeito com as equipes das unidades, a Secretaria Municipal de Educação desconsiderou a importância destes espaços em prédios que já são, em grande parte das vezes, inadequados para o atendimento da faixa etária. O número de crianças por turma na pré-escola da rede municipal é absurdo: turmas com 30/35 crianças pequenas que possuem demandas individuais muito específicas, desenvolvendo aspectos de independência em cuidados de si, de oralidade e convívio coletivo.
Escolas que já são cheias, que se encontram numa situação em que faltam professores, faltam funcionários para auxiliar nas atividades extraclasse, faltam recursos financeiros para dar seguimento ao projeto pedagógico e que agora, além de tudo, receberam mais 70 alunos com a diminuição dos espaços diversificados. Muitas vezes, a sala que está sendo fechada é o único espaço alternativo para uso em atividades lúdicas e de aprendizagem em dias de chuva. Agora, as sentenças para as crianças já matriculadas, sob argumento de atendimento da demanda, é o confinamento.
Infelizmente, a falta de investimento em educação infantil e a busca por soluções fáceis apenas tem acarretado no “alargamento” do direito de uns sob o “encurtamento” do direito de outros. E no fim, todos saem perdendo. Nossas crianças certamente merecem ser melhor tratadas e terem efetivado seu direito à educação de qualidade, que só poderá ocorrer com investimento público, construção de novas unidades, diminuição do número de alunos por turma, mais professores concursados, valorização profissional etc. #MandatoToninhoVespoli#PSOL50 #ASCOM


Seja o primeiro a comentar sobre esse artigo


Deixe seu comentário

Powered by WordPress | Designed by: Free Premium WordPress Themes | Thanks to WordPress Themes, Premium WordPress Themes and WordPress 4 Themes