São Paulo precisa ser uma cidade de todas e todos.

Comunicação - Notícias

Pessoas em situação de rua morrem de frio e Doria segue retirando cobertores

Comunicação - Mandato Toninho Vespoli | 19/07/2017 - 16:43
Durante a madrugada de terça-feira (18/7), a temperatura média foi de cerca de 4°C e já fez uma vítima em São Paulo

Na madrugada da terça-feira (18/7), a temperatura média foi de cerca de 4°C e já fez uma vítima. Um homem foi encontrado morto na esquina da rua Teodoro Sampaio com a avenida Doutor Arnaldo. Sabemos que as questões que envolvem as pessoas em situação de rua são muito complexas e necessitam de um olhar das diversas secretarias da prefeitura, das quais destacamos direitos humanos, assistência social, habitação, entre outras, para que as soluções possam aparecer.

De imediato, para atenuar o sofrimento e a vulnerabilidade dessas pessoas, junto a Casa de Oração do Povo de Rua, vamos incentivar a doação de agasalhos e cobertores para a Pastoral do Povo de Rua que atende os irmãos de rua. Ajude a aquecer quem passa frio nesse inverno.

Porém, destacamos que recebemos denúncias em nosso gabinete que um caminhão da prefeitura passa pelas ruas do centro da capital retirando os cobertores da população em situação de rua. Essa ação é considerada legal pelo governo Doria, lembremos que, no começo deste ano o tucano alterou o Decreto 57.069/2016 e retirou o veto à remoção de papelões, colchões, colchonetes, cobertores, mantas, travesseiros, lençóis e barracas desmontáveis dos moradores de rua.

Além disso, o atendimento do 156 é precário e insuficiente. Na terça-feira (18/07), por exemplo, a militante da Pastoral do Povo da Rua, Denise Rosa, realizou diversas ligações durante a noite da segunda-feira para que fossem resgatados três homens próximos ao metrô Armênia. A ligação foi feita às 19h (mais de oito ligações para o 156) que só foi chegar no local às 23h, mais de quatro horas no aguardo de atendimento pro serviço de recolhida aos albergues pernoites.

Além dessas denúncias, recebemos informações que os albergues estão lotados, que não se consegue vaga fixa só pernoite. Conhecemos bem a gestão do prefeito João Doria que armazena pessoas em contêiner de caminhão e chama de “centro de acolhida”. Acolhida pra quem? O PSDB definitivamente não entende nada sobre a população em situação de rua. Estamos recolhendo todas as denúncias para tomar providências cabíveis. O povo não aguenta mais morrer de frio, de descaso, de bala perdida.


Seja o primeiro a comentar sobre esse artigo


Deixe seu comentário

Powered by WordPress | Designed by: Free Premium WordPress Themes | Thanks to WordPress Themes, Premium WordPress Themes and WordPress 4 Themes