Comunicação

Três em cada 10 brasileiros são analfabetos funcionais

Comunicação - Mandato Toninho Vespoli | 08/08/2018 - 11:33
Há 10 anos, a taxa de pessoas nessa situação está estagnada

Em uma década o Brasil não conseguiu vencer o fantasma do analfabetismo: 30% da população do país entre 15 e 64 anos de idade são analfabetos funcionais, ou seja, 38 milhões de jovens e adultos. Isso significa dizer o número de analfabetos funcionais no Brasil é praticamente igual a população inteira de países como Polônia, Canadá e Peru; o equivalente a metade da população de países como Alemanha, França e Reino Unido; ou ainda, quatro vezes maior que a população da Bélgica, Portugal ou Grécia.

Pessoas analfabetas funcionais têm muita dificuldade de entender e se expressar por meio de letras e números em situações cotidianas. Segundo o estudo essa taxa de brasileiros está estagnada, como mostram os dados do Indicador do Alfabetismo Funcional (Inaf) 2018. A situação é muito grave e requer investimentos públicos constantes. Sabemos que condições de vida estão relacionadas ao acesso à educação. Contudo, o projeto político dos governantes que tomaram o poder e de seus aliados visa agravar essa situação.

Se em dez anos o avanço na erradicação do analfabetismo ficou estagnado, com a Emenda Constitucional 95, que congela por 20 anos os gastos públicos em educação, esse quadro só irá se agravar. Infelizmente, estamos cada vez mais distantes de alcançar a meta de erradicação do analfabetismo prevista no Plano Nacional de Educação (PNE 2014) até 2014. Ao invés de ampliação dos gastos com educação, estamos sendo testemunha de uma série de cortes investimentos nessa área.

Só para ter uma ideia do abismo para o qual estamos caminhando com esse projeto político golpista, O Programa Brasil Alfabetizado que chegou a ter mais de 1 milhão de atendidos, hoje conta com apenas 250 mil. Além disso, o governo pretende que a Educação de Jovens e Adultos (EJA) seja realizada 100% na modalidade de Educação à Distância (EAD). Precisamos derrotar esse projeto político excludente e privatistas revogando as políticas ditas de austeridade assim como a Reforma do Ensino Médio.


Seja o primeiro a comentar sobre esse artigo


Deixe seu comentário

Powered by WordPress | Designed by: Free Premium WordPress Themes | Thanks to WordPress Themes, Premium WordPress Themes and WordPress 4 Themes