Comunicação - Notícias

Toninho Vespoli vota contra projeto que aumenta número de assessores nos gabinetes

Comunicação - Mandato Toninho Vespoli | 07/07/2015 - 15:51
Em meio à crise econômica que o país vive, e dos cortes em diversas áreas do orçamento público, discutir aumento de assessores é um grande erro na opinião de Toninho Vespoli, único dos líderes partidários a não assinar o projeto

Na última terça-feira (30) a Câmara Municipal aprovou o substitutivo ao projeto de lei 308/2015, que autoriza os vereadores a aumentar o número máximo de assessores parlamentares de 17 para 29 para cada gabinete. Apesar da verba destinada ao pagamento dos salários dos assessores não ser aumentada e continuar em R$ 130 mil por mês, o valor de benefícios como vale-refeição, vale-transporte, por exemplo, pode aumentar as despesas da Câmara em mais de R$ 5 milhões por ano. O vereador Toninho Vespoli (PSOL) votou contra a proposta ao lado de outros seis vereadores enquanto 38 aprovaram a criação dos novos cargos. Os parlamentares também definiram que os 12 novos assessores disponíveis para cada gabinete terão salário-base de R$ 950. O mínimo para os 17 auxiliares atuais é de R$ 2 mil

Para o parlamentar do PSOL, esta proposta vai na contramão do momento do país. “A verba de gabinete não aumentará, mas vão aumentar os gastos com benefícios. Isso durante um período de crise econômica vivido pelo país, com cortes de orçamento em todas as áreas sociais”, analisou Toninho Vespoli. “O Legislativo não pode se dar ao luxo de começar a gastar ainda mais enquanto as verbas de educação e saúde estão cada vez menores. Não é isso o que a população espera de nós”, conclui.

O projeto entrou em pauta para a primeira votação já no dia 25 de junho e foi aprovado nos dois turnos em período de menos de uma semana. Para acelerar a tramitação, antes de ser colocado em votação o projeto contou com o apoio dos líderes de bancada de todos os partidos, exceto de Toninho Vespoli, líder e único vereador do PSOL na Câmara.


Seja o primeiro a comentar sobre esse artigo


Deixe seu comentário

Powered by WordPress | Designed by: Free Premium WordPress Themes | Thanks to WordPress Themes, Premium WordPress Themes and WordPress 4 Themes